Lubrificante sexual de maconha: saiba como funciona

O lubrificante sexual de maconha está entre os produtos que mais interessam usuários e curiosos de plantão. Saiba como é feito, seus benefícios e principais características:

Por que é tão procurada?

O mercado de lubrificantes sexuais de maconha vem crescendo cada vez mais por alguns motivos. E esta mercadoria será discutida neste texto abaixo, com o objetivo de repassar parte dos conhecimentos sobre o uso desta mercadoria e quais benefícios. A produção oficial deste lubrificante sexual é feita principalmente no EUA e no Brasil é feita de modo clandestino.

Como é feita?

O uso da maconha é algo ainda pouco ortodoxo, mas tem seduzido as mulheres com a promessa de orgasmos mais intensos, prolongados e até múltiplos. Este são lubrificantes à base de óleo de Cannabis e óleo de coco, e se aplicam no clitóris e na vagina momentos antes da masturbação ou do sexo.

Produção

Sua produção como dita anteriormente é oficializada nos Estados Unidos da América, onde é legalizada, enquanto no Brasil e Uruguai é feita de forma ilegal. Foi mapeado que receitas caseiras estão circulando por meio de redes sociais, principalmente sendo produzidas no Sul, Sudeste e Nordeste, sendo o WhatsApp o local de mais disseminação das receitas caseiras do lubrificante.

Uma pesquisa feita do Projeto de Sexualidade da Faculdade de Medicina da USP, divulgou que no ano passado, 56% das brasileiras têm dificuldade de atingir o orgasmo. Por este motivo existe tanta a procura do produto. Até mesmo foi entrado em contato com uma produtora do lubrificante que possui o nome fictício de Joana e disse que não tem medo de ser presa, dizendo também que já possui mais de cem clientes e seu objetivo na produção é tornar as mulheres mais independentes sexualmente. Seu óleo lubrificante foi criado a partir da inspiração vinda do óleo que é produzido na Califórnia, Foria, que custa em torno de 50 dólares.

Nos EUA, oito estados legalizaram o uso da maconha medicinal em 1996 e a sua versão comercial, para uso recreativo em 2017. Os testemunhos que inúmeras clientes repassam empresa que faz a produção legal do lubrificante são muito satisfatórias pelo fato de que, agora com o uso, estão tendo orgasmos melhores, sem contar no maior prazer.

A versão do produto sem o THC, que é o tetra-hidrocanabinol, psicoativo da Cannabis, e com CBD, que é o canabidiol, que possui outro princípio ativo da planta, presente nos medicamentos legais, passou a ser exportada mundo a fora. Segundo a empresa, o Brasil está entro os dez países que mais consome este lubrificante, o qual possuía 40 clientes e em menos de seis meses subiram para 250 clientes.

Exportação para o Brasil

A Anvisa informou que produtos que são importados à base de cababidiol e outros componentes canabinoides é autorizada para fins exclusivos para um tratamento da saúde de pessoas físicas e mediante a prescrição médica, contudo nos demais casos, a importação pode ser enquadrada como crime de porte ou tráfico de drogas, segundo a Polícia Federal.

Produção no Brasil e Uruguai

A mais conhecida produção do lubrificante sexual de maconha é feita pela denominada Xapa Xana e foi lançada em dezembro numa feira de produtos à base de maconha no Uruguai, onde este foi o primeiro país do mundo a regular a produção e a venda recreativa da Cannabis.

O Xapa Xana é atualmente vendido nos sex shops uruguaios e pequenas lojas do litoral, onde este produto circula nos mercados ditos cinzas, ou mercado gris, o qual aguarda regulação específica para a venda.

O custo de um frasco

A poção custa US$ 88 para 30ml ou US$ 24 para 5ml. Mas, no momento só está disponível para os residentes da Califórnia com auxílio de uma recomendação médica. O negócio é esperar ela chegar pelo Brasil.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *